terça-feira, 1 de abril de 2014

Quer travar seu parceiro de vez?

Sabe como travar seu parceiro (a) a não mais conversar sobre assuntos diversos com você? Como por exemplo: sobre o trabalho, amizades, eventos, entre outros?
É só você criticar as coisas que ele (a) disser e durante a conversa, opinar como se o que você pensa ou acredita tivesse algum peso ou poder de mudar as coisas que ele (a) está relatando naquele exato momento. Interromper a todo momento como se você fosse a razão em pessoa e se por acaso o relato for sobre alguma atitude que ele (a) tenha tido com relação a alguma coisa que você não concorde e por este motivo, um simples relato se tornar um verdadeiro sermão, pronto!.. Você acaba de descobrir a fórmula para deixar seu parceiro cada vez mais fechado e afastado de você.

Ao invés de ser do contra... Principalmente no momento de explosão, ansiedade e desabafo. Seja sábio (a) em simplesmente ouvi, e se por ventura, em outro momento ocorrer a oportunidade para você falar sobre algumas coisa que não tenha concordado, não precisa nem tocar no assunto, seja discreta (o) e fale do seu ponto de vista, sem apontar culpados.

Salvo os casos de alta gravidade. 
Fora isso... Apenas ouça... Não seja inconveniente.

Você sabia que tem muito maridos e esposas que deixam de partilhar coisas com seu parceiro para evitar brigas, confusões, caras feiras ou até mesmo coisas mais sérias?
Pois é. Caso não tenha pensado nisso... Esse é o momento para refletir.

Pense que seu parceiro é e sempre deve ser seu melhor amigo...E você não trataria um amigo assim. 

Se você concorda ou já passou por momentos parecidos, deixe seu comentário logo abaixo. 


terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Conselhos. Quando aceitá-los?

Quando o relacionamento não vai bem, as brigas são recorrentes e você não sabe mais o que fazer... ouvir pessoas que já passaram pelos mesmos problemas que você pode ajudar, mas, cuidado com quem você irá se aconselhar. 

Não aceite conselhos de pessoas que não são bem sucedidas no relacionamento. 

O que elas terão a lhe acrescentar? Será que se o conselhos dessas pessoas fossem bom para você, a vida e o relacionamento dessas pessoas estariam do jeito que está? Acredito que, só podemos dar aquilo que temos e se alguém não consegue ter um lar organizado e feliz, não pode ensinar a outra pessoa a tê-lo, concorda comigo?

Observe se o seu cônjuge também está seguindo conselhos de pessoas que não são indicadas para isso e alerte-o. Alertar é abrir os olhos para a observação... Não é impor e sim expor a realidade para o outro com o intuito do mesmo reconhecer a zona de perigo na qual está se submetendo.


terça-feira, 26 de novembro de 2013

Se dê o valor antes de cobrar isso do seu parceiro

Foto: pedro curi / TV Globo/Divulgação
Certa vez, ouvi uma frase que me chamou muita atenção, "A forma como as pessoas te tratam, passam antes por seu consentimento". 
Isso quer dizer que você permite, você autoriza, você dar liberdade para ser tratada da forma pela qual você está sendo tratada agora.

Ontem assistindo a novela "Amor à Vida" a cena de Perséfone e Daniel foi uma lição, uma aula para as mulheres que se rebaixam a ponto de esquecer de si mesmas para agradar o outro. 
Não estou aqui incentivando o divórcio, de jeito nenhum, o amor próprio em qualquer tipo de relacionamento deve prevalecer. Quem não se ama, não tem como amar o outro. 
Perséfone foi muito feliz na decisão dela, primeiro eu, primeiro devo me amar, e ainda completou - Eu não vou chorar!
Tomar a decisão é o primeiro passo, manter a decisão é fundamental e não sofrer é indispensável para que a outra pessoa não tenha poder sobre a sua fraqueza.

Se realmente o outro ama você, ele vai te amar de qualquer forma, gorda, magra, doente, saudável, feliz ou triste. 

No caso deles (novela), o Daniel, não tinha do que reclamar, ele já casou com ela dessa forma. Ele poderia até ajudá-la a emagrecer, mas da forma que ele fez, acredito que seria impossível. É como ela mesmo disse na cena, uma coisa é ser humilhada pelas pessoas da rua, que não a conhecia, que não tinha nenhum sentimento por ela, outra coisa é ser humilhada dentro da própria casa, pelo homem que dizia amá-la.

O companheirismo entre o casal é a base para muitas coisas dentro do casamento darem certo. Companheiros andam na mesma direção e em comum acordo.

Pense nisso: Se você não se valorizar, ninguém mais vai.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Casei | Hora de por em prática tudo que aprendi na teoria



















"Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, e serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.Marcos 10:6-9

Amém!












Casamento é benção, mas, já sabemos que não é fácil manter um relacionamento saudável e feliz, principalmente nos dias de hoje, com o mundo do jeito que está. Devemos trabalhar sempre em pró disso, diariamente. Nós mulheres temos uma grande missão dentro do relacionamento e na formação familiar, ser auxiliadora (que presta ajuda, que auxilia) do nosso esposo.
O homem é a cabeça e a mulher não deve diminuí-lo ou desrespeitá-lo. Esse lugar quem concedeu a ele... não foi eu nem você, foi o nosso Deus. 

Até o próximo post. Acredito que vamos trocar muitas idéias e dicas.

Fiquem com Deus.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Algumas dicas básicas

Acredito que muitas de vocês já saibam disso... 
...Mas as vezes acontece descuido. E não é legal para o relacionamento. Pois a mesma dedicação que você espera do seu parceiro. Ele espera de você. 
Atenção para não sabotar a relação. E se seu parceiro não se cuida mais para você. Se cuide para ele, dessa forma ele irá se educando aos poucos.




Vale a pena se esforçar para terminar os afazeres domésticos antes do maridão chegar em casa. Tomar um banho, vestir uma roupa descente e por um cheirinho.
Essa visão é bem mais agradável.




É horrível comer perto de alguém falando o tempo inteiro... Você não tem nem espaço para dar um pouquinho de atenção para o que você está fazendo... alimentando seu corpo físico.
E se essas conversas, são do tipo, discutir relação e falar de contas a pagar... Pelo amor... Não!... Pare, por favor.
Agora, se os dois gostam de um bate papo durante a refeição - Aquele saudável. Aí tudo bem. É permitido.
Mesa não é lugar para resolver nada... é o local que foi feito para nos alimentarmos e confraternizarmos com os familiares. Esse momento deve ser de felicidade e não de tortura.




As roupas utilizadas para dormir, não precisam ser caras, de panos finos... fio de outro e não sei mais o que. Mas camisa de propaganda eleitoral NÃO!... É "muito" gosto. Eu nunca vi um homem dizer que adora ver a sua esposa dormir ao seu lado com a camisa da campanha do ano passado. Fala sério!... Vamos renovar.



Não custa saber os gostos do seu parceiro. Você pode perguntar para ele o que ele acha das cores... Isso mostra que você está interessada em agradá-lo. Ele se sentirá importante. 

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

...“a única coisa que me chateia e que meus cunhados”...

"SOU CASADA A UM ANO E MEIO E GRAÇAS A DEUS ESTA TUDO BEM,A UNICA COISA QUE ME CHATEIA E QUE MEUS CUNHADOS UM DE 11 E UM 15 ANOS TEM HORA DE CHEGAR NA MINHA CASA E NÃO TEM HORA DE SAIR EU QUE TENHO QUE PEDIR PARA MEU MARIDO PEDIR PARA ELES IREM EMBORA E EU VEJO QUE ELE NÃO GOSTA POIS É IRMÃO DELES.ESTIVE VIAJANDO PASSEI 15 DIAS FORA DE CASA E MEU ESPOSO FICOU E O IRMÃO MAIS NOVO FICOU NA MINHA CASA JUNTO COM MEU ESPOSO,NÃO QUERO SER A CHATA,ESTOU ORANDO A DEUS E PEDINDO PACIÊNCIA PARA NÃO FICA DISCUTINDO,AGUARDO SUA OPINIÃO BEIJOSSSSSSSSS" (Pauliane - Leitora do blog)
Queria leitora,  

Vou ser bem direta. O que atrai as crianças para a casa de vocês? 
Pois dois adolescentes com 11 e 15 anos não se prendem com qualquer coisa. É necessário algo muito mais interessante para que eles fiquem tanto tempo na sua casa.
Cadê os pais deles? Eles não estudam ou fazem atividade para ocupar o tempo? É importante você descobrir a raiz deste problema. Pois o fato deles estarem na sua casa por longo período é apenas os galhos e as folhas do que realmente precisa-se resolver (a raiz). 

Primeiro, converse com seu esposo sobre a privacidade de vocês, seja inteligente e não ofenda o sangue dele, falando mal dos irmãos ou quem quer que seja. Apenas diga o quanto você precisa de momentos entre vocês, fale sobre você ter vontade de fazer certas coisas e não pode, pois os irmãos dele sempre estão lá. 

Segundo, descubra o que atraí essas crianças para a casa de vocês e se existir essa possibilidade mande para a casa deles (vídeo game? TV? Jogos? Internet?), se for para o bem do casal, vale a pena um gasto a mais... Os irmãos dele ficariam muito felizes em receber um presentinho. 

Terceiro, se eles estão achando algum tipo de mordomia ou estão na sua casa para fugir de alguma situação com os pais em casa, comece a cortar.

Um casal precisa de privacidade. O próprio Deus fala na Bíblia que o homem deixará seu pai e sua mãe para se tornar uma só carne com sua esposa. Imagine se falando de irmãos??? Seu marido precisa ser mais sábio com relação a isso. Não é abandonar a família, mas, tudo tem seu tempo. Concorda comigo?